Inteligência Artificial para processos seletivos: você está preparado?

Atualizado: Ago 10



As inovações tecnológicas estão presentes em diversas áreas. No setor de Recursos Humanos o uso da Inteligência Artificial (IA) está cada vez mais comum, pois torna os procedimentos mais ágeis e estratégicos.


Através destes softwares as empresas encontram e selecionam profissionais adequados às oportunidades, aumentando a qualidade da seleção e gerando resultados positivos no cotidiano do negócio. A Inteligência Artificial armazena dados, analisa e opera ações positivas de acordo com os registros feitos no sistema do software.


Você está preparado?


Para os candidatos que passam por este modelo de recrutamento, é sempre bom ter alguém para orientar. No atual momento a automação nos processos seletivos está cada vez mais em alta. A questão do distanciamento social fez com que os processos tivessem que ser revistos e estas tecnologias, que já vinham acontecendo, tomaram uma proporção ainda maior neste período.


As etapas mais usuais realizadas pelas empresas no momento são: candidatura na vaga, análise do CV, avaliação comportamental, vídeo ou entrevista com robô/chatbot, fit/análise organizacional, entrevista com o RH, entrevista com o Gestor da Área/Diretoria.


Para quem está passando pela fase chatbot é sempre bom olhar na Caixa de Spam, caso não encontre o e-mail com o link que será enviado para inteiração na Caixa de Entrada do seu endereço eletrônico.



Vantagens da Inteligência Artificial para as empresas.


Um dos benefícios da Inteligência Artificial é que seleciona candidatos adequados ao perfil da vaga e da empresa de forma rápida e eficaz. Como o processo de análise é feito pelo próprio sistema, economiza tempo e esforço. E por isso é muito importante estruturar o seu currículo de forma assertiva e com as palavras chaves corretas, pois a base de busca do sistema é feita através de um comparativo entre as palavras do currículo e os requisitos da vaga.


Outra vantagem da automação é proporcionar uma experiência melhor aos candidatos durante as etapas de seleção. Ela ainda torna os processos seletivos mais eficientes quanto à avaliação e pontuação.


Além disso, reduz custos operacionais, tornando o trabalho ágil e econômico para as empresas. Mas o fator humano não deixa de ser fundamental para os RHs, pois a tecnologia não substitui a empatia e o brilho no olhar sentido ao entrevistar um candidato.



Contribuição:



Diana Vota

Voluntária ABRH Blumenau


52 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo